sábado, 5 de junho de 2010

No Brasil, Bill Clinton elogia Bolsa Escola e mostra apreensão sobre Irã

Sob um forte esquema de segurança, que contou com mais de 300 homens, o ex-presidente dos Estados Unidos Bill Clinton fez elogios a programas assistenciais brasileiros e mostrou apreensão ao falar sobre o Irã.

Em palestra realizada na tarde deste sábado, em Natal (RN), Clinton disse que o programa Bolsa Escola deveria servir de exemplo para outros países. Ressaltou ainda que a forma que o Brasil encontrou distribuição de medicamentos para o tratamento da Aids garante a entrega do benefício "até nas vilas mais distantes".

Mudou de tom ao falar do Irã, classificando o perigo de o país "virar uma ameaça nuclear" de "horrendo". Na palestra, Clinton não fez referência ao acordo entre Brasil e Irã, assinado em 17 de maio. O acerto prevê a troca, na Turquia, de urânio iraniano levemente enriquecido por combustível para o reator de pesquisa científica de Teerã.

A presença do ex-presidente Bill Clinton em Natal mudou parte da rotina da capital potiguar. Participaram da segurança do ex-presidente americano policiais federais e militares brasileiros, além do FBI, a polícia federal americana. As principais ruas de acesso ao local da palestra foram interditadas de manhã - o evento começou apenas às 18h.

A palestra fez parte das comemorações em torno dos 30 anos da UNP (Universidade Potiguar), instituição integrante da rede Laureate International, da qual Clinton é chanceler honorário. (Com Folha on line)

Um comentário:

Olá, seja bem vindo! Deixe aqui seu comentário, e não esqueça de se identificar clicando em "Comentar como", e escolhendo a guia "Nome/URL". Grande abraço!